segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Noturno- Volúpia

Mulher!
Furiosamente apaixonado
beijo todo o teu corpo.
Todos os teus lábios.
Em cada gemido que deixas escapar,
um segredo da carne tua é revelado.
Da carne nua.
Em cada toque,cada carícia,
nasce uma diferente flor.
Um mundo é criado.
Fantasia e suor.
Desejo do prazer absoluto.
E é na volúpia incontrolável
do teu corpo
que eu afundo
e descubro
a Vida.

Sorocaba,24-12-1997,05:30hs

Nenhum comentário: